Notícias

Arquivos

SERVIÇO SOCIAL, POLÍTICA SOCIAL E PROCESSO DE TRABALHO

Serviço Social no Brasil: desenvolvimento histórico, teórico e metodológico. Inserção do Serviço Social nas políticas sociais. Processo de trabalho no Serviço Social. Esferas e espaços de intervenção do Serviço Social. Serviço Social: organização profissional e propostas de enfrentamento da questão social.


Bibliografia Básica da Disciplina

ABREU, M. M. Serviço social e a organização da cultura: perfis pedagógicos da prática profissional. São Paulo: Cortez,2002.
AGUIAR, A G. de. Serviço social e filosofia – das origens a Araxá. São Paulo: Cortez, 1982.
ALAYON, N. Assistência e assistencialismo. Controle dos pobres ou erradicação da pobreza. São Paulo: Cortez, 1995.
BRAGA, L. e CABRAL, M. do S. R. (orgs). Serviço Social na previdência trajetória projetos profissionais e saberes. São Paulo: Cortez,1995.
BICUDO, M. A. V. Fenomenologia: confrontos e avanços. São Paulo: Cortez,2000.
BISNETO, J. A. Serviço social e saúde mental: uma análise institucional da prática. São Paulo: Cortez,2000.
BORGIANNI, E.; GUERRA, Y. e MONTAÑO, C. (orgs.). Serviço social critico: Hacia la construcción del nuevo proyecto ético-político profesional. São
Paulo: Cortez,2003.
Cadernos ABESS 7. Formação profissional: trajetórias e desafios. São Paulo: Cortez, 1997.
Cadernos ABESS 8. Diretrizes curriculares e pesquisa em serviço social. São Paulo: Cortez, 1998.
CARDOSO, F G. Organização das classes subalternas: um desafio para o serviço social. São Paulo, Cortez, 1995.
CASTRO, M. M. História do serviço social na América Latina. São Paulo: Cortez/Celats, 1984.
CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL (org.). O estudo social em perícias, laudos e pareceres técnicos. 7ª ed. São Paulo: Cortez,2003.
COSTA, S. G. Signos em transformação: a dialética de uma cultura profissional. São Paulo, Cortez, 1995.
FALEIROS, V.P. Metodologia e ideologia do trabalho social. São Paulo: Cortez, 1986.
________. Saber profissional e poder institucional. São Paulo: Cortez, 1985.
________. Estratégias em Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1997.
FÁVERO, E.; MELÃO, M. J. e JORGE, M. R. T.(orgs.). O serviço social e a psicologia no judiciário: construindo saberes, conquistando direitos. 2ª ed. São Paulo: Cortez,2005.
FREIRE, L. M.B.; FREIRE, S. de M. e CASTRO, A. T. B. de (orgs.). Serviço social, politica social e trabalho: desafios e perspectivas para o século XXI. São Paulo: Cortez,2006.
GENTILLI, R. Representações e práticas – Identidade e processo de trabalho no serviço social. São Paulo: Veras Editora, 1998.
GÓIS, J.B.H. Família e proteção social no Serviço Social: revisitando a história profissional. Dissertação de mestrado em serviço social. UFRJ, 1993.
GUERRA, Y. D. A instrumentalidade do serviço social. 6º ed. São Paulo: Cortez,2007.
GUIMARÃES, S. de J. Serviço social e igreja católica. Revista Praia Vermelha: Estudos de Política e Teoria Social, 12ª ed., 2005.
IAMAMOTO, M e CARVALHO, R de. Relações sociais e serviço social no Brasil – 21ª ed. São Paulo: Cortez,1992.
___________. Renovação e conservadorismo no serviço social – Ensaios críticos 9º Ed. São Paulo: Cortez,1996.
__________. Serviço social em tempo de capital fetiche – Capital financeiro trabalho e questão social. 1ª ed. São Paulo: Cortez,2007.
__________. O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional – 13ª Ed. São Paulo: Cortez,1998.
JAMUR, M. Imaginaire du changement et idéologie de la permanence. La formation des assistants sociaux au Brésil (1936-1988). Thèse de Doctorat, Paris: EHESS, 1990.
KARSH, Ú M. O serviço social na era dos serviços. São Paulo: Cortez, 1987.
MARTINELLI, M. L. Serviço social – Identidade e alienação. São Paulo: Cortez, 1989.
MONTANO, C. O serviço social frente ao neoliberalismo. Serviço Social e Sociedade 53, São Paulo: Cortez, 1993.
MOTA, A. E. et all. Serviço social e saúde – Formação e trabalho profissional. São Paulo: Cortez,2006.
NETTO, J. P. Transformações societárias e serviço social, Notas para uma análise prosspectiva da profissão no Brasil. Serviço Social e Sociedade, 50, São Paulo: Cortez, 1996.
__________. Capitalismo monopolista e serviço social. São Paulo: Cortez, 1992.
PONTES, R.N. Mediação: categoria fundamental para o trabalho do assistente social. CFESS/ABEPSS/CEAD/UnB., Capacitação em Serviço Social e Política Social, Brasília: 2000.
PONTES, R. Mediação e serviço social 4º Edição. São Paulo: Cortez,2007.
SERRA, R. Crise de Materialidade no Serviço Social – Repercurssões no mercado profissional. São Paulo: Cortez,2000.
SEMIONATO, I. Gramsci: sua teoria, incidência no Brasil, influência no serviço social. São Paulo: Cortez,1999.
SILVA E SILVA, M. O, da. O serviço social e o popular: resgate teórico-metodológico do projeto profissional de ruptura. São Paulo, Cortez, 1997.
V.V. A. A. Cadernos Abess. São Paulo: ABESS/Cortez, 1-8, 1988-1999.
V.V. A. A. Teorização do serviço social – Documentos dos Seminários de Araxá, Teresópolis, Sumaré e Alto da Boa Vista. Rio de Janeiro: CBCISS/AGIR, 1980 – 1988.
VERDÈS- LEROUX, J. Trabalhador social: prática, hábitos, ethos e formas de intervenção. São Paulo: Cortez, 1986.

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados