Notícias

Arquivos

RELAÇÕES RACIAIS E POLÍTICA SOCIAL

O debate teórico sobre raça e relações raciais: diferentes perspectivas. Multiculturalismo e racismo. A especificidade do racismo no Brasil. Desigualdades raciais e pobreza. A questão racial na agenda da política social.


Bibliografia Básica da Disciplina

ALVES, J. A. L. Nacionalismo e etnias em conflito nos Bálcãs. Revista Lua Nova n.63, 2004.
AMARO, S. A questão racial na assistência social: um debate emergente. Revista Serviço Social e Sociedade, vol. 81, 2005.
ARAÚJO, J. Z. A negação do Brasil. O negro na telenovela brasileira. São Paulo: Senac, 2000.
BARBOSA, L. Igualdade e meritocracia: a ética do desempenho nas sociedades modernas. Rio de Janeiro: FGV, 2003.
BELTRÃO, K. I. e TEIXEIRA, M. de P. Cor e gênero na seletividade das carreiras universitárias In: SOARES, S. et all. Os mecanismos de discriminação racial nas escolas brasileiras. Rio de Janeiro: Ipea, 2005.
BELTRÃO, K. I. Raça e Fronteiras Sociais: lendo nas entrelinhas do centenário hiato de raças no Brasil. In SOARES, S. (org.). Discriminação Racial nas Escolas. Rio de Janeiro: IPEA, 2005.
BOWEN, W. G. e BOK, D. O Curso do Rio: um estudo sobre a ação afirmativa no acesso à universidade. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.
BRANDÃO, A. A P. Miséria da periferia: desigualdades raciais e pobreza na metrópole do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Pallas, Niterói: PENESB, 2004.
_______ e MARINS, M. T. A. de. Cotas para negros no ensino superior e formas de classificação racial. Educação e Pesquisa, v. 33, 2007.
________. Carreiras negras/carreiras brancas: quando raça e classe se encontram. Revista UNIVAP, v. 12, n. 22, 2005
CAILLAUX, E. L. Cor e mobilidade social no Brasil. Rio de Janeiro: Estudos Afro-Asiáticos, n. 26, 1994.
CALDWELL, K. L. Fronteiras da diferença: mulher e raça no Brasil. Revista Estudos Feministas, vol. 08 n.2, 20
CARVALHO, J. J.Ações afirmativas para negros na pós-graduação, nas bolsas de pesquisa e nos concursos para professores universitários como resposta ao racismo acadêmico?. In: PETRONILHA, B. G. e SILVA; V e SILVERIO, R. (org.). Educação e ações afirmativas. Entre a justiça simbólica e a justiça econômica. Brasília: INEP, Ministério da Educação, 2003.
________. Inclusão étnica e racial no Brasil: a questão das cotas no ensino superior. São Paulo: Attar, 2005.
COLLINS, P. H. Black feminist thought: knowledge, consciousness and politics of empowerment. New York: Routledge, 1991.
FERNANDES, F. A integração do negro na sociedade de classes. vol. 1. São Paulo: Ed. Ática, 1978.
FERNANDES, F. e BASTIDE, R. Negros e brancos em São Paulo: ensaio sociológico sobre aspectos da formação, manifestações atuais e efeitos do preconceito de cor na sociedade paulistana. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1971.
FIGUEIREDO, A. Novas elites de cor: estudo sobre os profissionais liberais negros de Salvador. São Paulo: Annablume/ Sociedade Brasileira de Instrução/ Centro de Estudos Afro-Asiáticos, 2002.
GUIMARAES, A. S. A racismo e anti-racismo no Brasil. São Paulo: FUSP, Editora 34, 1999.
GUIMARÃES, A . S. Acesso de negros às universidades públicas. Caderno de Pesquisa, n. 118, 2003.
GYLROY, P. O atlântico negro e a dupla consciência. Rio de Janeiro: Ed. Ucam: 2001.
HALL, S. Identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.
____. Da diáspora. Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: EDUFMG, 2003.
HASENBALG, C. Discriminação e desigualdades raciais no Brasil. Rio de Janeiro: Graal, 1979.
_________. e VALLE, N. S. (orgs.) Estrutura social, mobilidade e raça. Rio de Janeiro: Iuperj, 1988.
HERINGUER, R. e MIRANDA, D. As cores da desigualdade de gênero no Brasil. In: ARAÚJO, C e SCALON, C. (Orgs.). Gênero, família e trabalho no Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2005.
HOFBAUER, A. Ações afirmativas e o debate sobre racismo no Brasil. Revista Lua Nova n.68, 2006.
JACCOUD, L e BEGHIN, N. Desigualdades raciais no Brasil. Um balanço da intervenção governamental. Brasília: IPEA, 2002.
MUNANGA, K. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1999.
MATTOS, H. M. Escravidão e cidadania no Brasil monárquico. 2º ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 2004.
MOEHLECK, S. Fronteiras da igualdade no ensino superior: Excelência e justiça racial. Universidade de São Paulo (Tese doutorado). São Paulo: 2004.
________. Propostas de ações afirmativas no Brasil: o acesso da população negra ao ensino superior.Universidade de São Paulo (Dissertação mestrado). São Paulo: 2000.
NOGUEIRA, O. Tanto preto quanto negro: estudo de relações raciais em São Paulo. São Paulo, T. A. Queiroz, 1985.
OSÓRIO, R. G. A mobilidade social dos negros brasileiros. Texto para discussão, n. 1033. Brasília: IPEA, 2004.
PEREIRA, A. Um raio em céu azul: reflexões sobre a política de cotas e a identidade nacional brasileira. Estudo Afro-Asiáticos, vol.25, n.3, 2003.
RIBEIRO, M. As abordagens étnico-raciais no serviço social. Revista Serviço Social e Sociedade, vol.79, 2004.
SANSONE, L. Negritude sem etnicidade: O local e o global nas relações raciais e na produção cultural negra do Brasil. Rio de Janeiro/Salvador: Pallas/EDUFBA, 2004.
SCHWARCZ, L. M. O Espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil. 1870-1930. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.
SILVA, T. T. da. (org.) Identidade e diferença. Rio de Janeiro: Vozes, 2000.
SILVA, J. S. E. Por que uns e não outros: caminhadas de jovens pobres para a universidade. Rio de Janeiro: Letras, 2003.
SISS, A. Afro-brasileiros, cotas e ações afirmativas: razões históricas. Rio de Janeiro: Quartet, 2003.
SKIDMORE, T. E. Preto no branco: raça e nacionalidade no pensamento brasileiro. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.
SOUZA, J. Raça ou classe? Sobre a desigualdade brasileira. Revista Lua Nova n.65, 2005.
SOWEEL, T. Ação afirmativa ao redor do mundo. Rio de Janeiro: UniverCidade Editora, 2004.
TEIXEIRA, M.de P. Negros na universidade: identidade e trajetórias de ascensão social no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Pallas, 2003.
TELLES, E. Racismo à brasileira. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2003.

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados