Notícias

Arquivos

POBREZA E DESIGUALDADES SOCIAIS NO BRASIL

Diferentes abordagens teóricas sobre a pobreza. Pobreza e globalização. Exclusão social e marginalidade avançada. Os novos formatos da pobreza no Brasil: indicadores sociais e econômicos. Oferta e cobertura dos serviços sociais: financiamento e distribuição intra e inter regiões. Crescimento e desigualdades regionais.


Bibliografia Básica da Disciplina

ABRANCHES, S. H. Os despossuídos: crescimento e pobreza no país do milagre. 2ª ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1986.
ALMEIDA, E. Programas de garantia de renda mínima: inserção social ou utopia. São Paulo: EDUC, 2000
ARAÚJO, C. H. Os deserdados do progresso, In: Codeplan. Políticas Públicas: exclusão social, Brasília: 1998.
BARROS, F. Pobreza, desnutrição e mortalidade infantil: condicionantes sócio-econômicos. Cadernos de Saúde Pública, 1993, vol.9, suplemento.1
BARROS, R. P. de; HENRIQUES, R. e MENDONÇA, R. Desigualdade e pobreza no Brasil: retrato de uma estabilidade inaceitável. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v.15 n.42, 2000.
BELFIORE-WANDERLEY, M. et all. Desigualdade e a questão social. São Paulo: EDUC, 1997.
BENJAMIN, C. et all. A opção brasileira. Rio de Janeiro: Contraponto, 1998.
BRITO, F. e SOUZA, J. de Expansão urbana nas grandes metrópoles: o significado das migrações intrametropolitanas e da mobilidade pendular na reprodução da pobreza. São Paulo em Perspectiva, vol.19, n.4, 2005.
CALDEIRA, T. P. DO R. Enclaves fortificados: a nova segregação urbana. Novos Estudos Cebrap, n. 47, 1997.
CAMPOS, M. M. Educação e políticas de combate à pobreza. Revista Brasileira de Educação, n.24, 2003.
CARDOSO, A. Metamorfoses da pobreza. Novos estudos. CEBRAP, n.75, 2006.
CASTRO, M. H. G. de. A política de combate à pobreza do governo do estado de São Paulo. São Paulo em Perspectiva,vol.18, n.4, 2004.
DOMENE, S. M. Á. et all. Perfil nutricional de crianças e suas mães em bolsões de pobreza do município de Campinas, São Paulo, Revista de Nutrição,vol.12, n.2, 1999.
FLEURY, S. Pobreza, desigualdades ou exclusão?. Ciências e saúde coletiva,vol.12, n.6, 2007.
GERMANO, J. W. Pobreza e educação: o avesso da cidadania. Revista Serviço Social e Sociedade, n.57, 1998.
GOLDANI, M. Z.; BARBIERI, M. A.; BETTIOL, H. et all.Infant mortality rates according to socioeconomic status in a Brazilian city. Revista de Saúde Pública, vol.35 n3.
KERSTENETZKY, C. L. Desigualdade e pobreza: lições de Sen. Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol.15, n 42, 2000.
KOWARICK, L. Áreas centrais de São Paulo: dinamismo econômico, pobreza e políticas. Lua Nova, n.70, 2007.
MAGALHÃES, R.; BURLANDY, L. e SENNA, M. de C. M. Pobreza, desigualdades sociais e saúde: desafios para as políticas públicas. Ciências e Saúde Coletiva, vol.12, n.6, 2007.
MARTINE, G. A globalização inacabada: migrações internacionais e pobreza no século 21. São Paulo em Perspectiva, vol.19, n.3, 2005.
MONTEIRO, C. A. A dimensão da pobreza, da desnutrição e da fome no Brasil. Estudos Avançados, vol.17, n.48, 2003.
NEDER, H. D. e SILVA, J. L. M. Da pobreza e distribuição de renda em áreas rurais: uma abordagem de inferência. Revista Economia e Sociologia Rural, vol.42, n.3, 2004.
NEVES, D. P. Pobreza e humanismo salvador: mediações subjacentes. Dados v. 50, p. 117-158, 2007.
_____. Les habitants de rue à Rio de Janeiro (Brésil) : la gestion des intolérances. Espace Et Société, Université de Toulouse, v. 116, 2004.
______. A pobreza como legado. O trabalho infantil no meio rural da sociedade brasileira. Revista de História Regional, v. 6, n. 2, p. 149-173, 2003.
OLIVEIRA, L. Os excluídos existem? Notas sobre a elaboração de um novo conceito. Revista Brasileira de Ciências Sociais. n. 33, vol. 12, 1997.
PARKER, R. e CAMARGO JR., K. R. de. Pobreza e HIV/AIDS: aspectos antropológicos e sociológicos. Cadernos de Saúde Pública, vol.16 suplemento1, 2000.
PAUGAN, S. La desqualification sociale. Paris, Presses Universitaires de France, 1991.
______. Las formas elementales de la pobreza. Madrid: Alianza Editorial,2007.
PINOL, J-L. (org). La segregation dans la ville. Paris: L’Harmttan, 1993.
PRETECEILLE, E. e RIBEIRO, L. C. de Q. Tendências da segregação social em metrópoles globais e desiguais: Paris e Rio de Janeiro nos anos 80.
Revista Brasileira de Ciências. Sociais, v.14 n.40, 1999.
REIS, E. P. Percepções da elite sobre pobreza e desigualdade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol.15, n.42, 2000.
ROCHA, S. Pobreza e indigência no Brasil: algumas evidências empíricas com base na PNAD 2004. Nova Economia, vol.16, n.2, 2006.
SCALON, C. (org.). Imagens da desigualdades. Belo Horizonte: UFMG, 2004.
SOUZA, A. P. Por uma política de metas de redução da pobreza. São Paulo em PerPESCTIVA.
SPOSATI, A. (coord.). Mapa da exclusão social da cidade de São Paulo. EDUC, 1996.
SPOSATI, A. (org.) Renda mínima e crise mundial: saída ou agravamento? São Paulo: Cortez, 1997.
SUPLICY, E. M. e BUARQUE, C. Garantia de renda mínima para erradicar a pobreza: o debate e a experiência brasileiros. Estudos Avançados,
vol.11, n.30, 1997.
TELLES, V. da S. Pobreza e cidadania. São Paulo: Editora 34, 2001.
TONELLA, C. Capital social y reducción de la pobreza en América Latina y el Caribe: en busca de un nuevo paradigma. Revista de Sociologia e Política,n.21, 2003.
TORRES, H.da G.; BICHIR, R. M. e CARPIM, T. P. Uma pobreza diferente? Mudanças no padrão de consumo da população de baixa renda. Novos Estudos. CEBRAP,n.74, 2006.
TOWNSEND, P. The international analysis of poverty. New York: Harvester, 1992.
UGÁ, V. D. A categoria “pobreza” nas formulações de política social do Banco Mundial. Revista de Sociologia e Política, n.23, 2004.
VÉRAS, M. P. B. Por uma sociologia da exclusão social. São Paulo: EDUC, 1999.
ZOUAIN, D. M. e BARONE, F. M. Excertos sobre política pública de acesso ao crédito como ferramenta de combate à pobreza e inclusão social: o microcrédito na era FHC. Revista de Administração Pública, vol.41, n.2, 2007.
WACQUANT, L. Désordre dans la ville, Actes de la Recherche en Sciences Sociales. n 99.
________. As prisões da miséria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.
________. Punir os pobres. Rio de Janeiro: Freitas Bastos Editora, 2001.
YASBECK, M. C. Classes subalternas e assistência social, São Paulo: Cortez, 1995.

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados