Arquivos

ESTADO, SOCIEDADE E TERCEIRO SETOR NO BRASIL

Terceiro setor: diferentes concepções. Desenvolvimento do terceiro setor no Brasil: diferentes expressões. Intervenções dos agentes do terceiro setor na questão social: aspectos políticos, econômicos e ideológicos. Estudos de caso. Terceiro setor em perspectiva internacional.


Bibliografia Básica da Disciplina

ALMEIDA, E. T. V. Crítica da metamorfose do conceito de sociedade civil em terceiro setor. Serviço Social e Sociedade, vol.80, 2004.

DURIGUETO, M. L. Sociedade civil, esfera pública, terceiro setor: a dança dos conceitos. Serviço Social e Sociedade, vol. 81, 2005.

SCHERER-WARREN, I. Das mobilizações às redes de movimentos sociais. Sociedade e Estado, v.21 n.1 Brasília jan./abr. 2006.

DURIGUETTO, M. L.; SOUZA, A. R.; SILVA, K. N. Sociedade civil e movimentos sociais: debate teórico e ação prático-política. Katálysis, vol.12, no.1, jan./jun. 2009. Documentário de curta duração: “MST: uma história e de desenvolvimento” (<https://www.youtube.com/watch?v=FU_EtDNr26Q>)

MONTAÑO, C. Terceiro Setor e Questão Social. Crítica ao padrão emergente de intervenção social. 5 ed. São Paulo: Cortez, 2008.

Documentário de curta duração:“Marcha Mundial das Mulheres: Seguiremos em marcha até que todas sejamos livres” (<https://marchamulheres.wordpress.com/videos/>) “Marcha das Margaridas: a maior ação de mulheres do campo da América Latina” (<https://www.youtube.com/watch?v=n3S3FJFgZSE>)

TEIXEIRA, K. C. S. A Relação Estado e Sociedade na Política Social Brasileira. In: GÓIS, J. B. H.; SOUZA, S. C. (orgs.) Temas de política social: análises e discussões. Curitiba, CRV, 2019.

LOPES, J. R. Terceiro setor: a organização das políticas sociais e a nova esfera pública. São Paulo em Perspectiva, vol.18, n.3, 2004.

DAGNINO, E. Sociedade civil, participação e cidadania: de que estamos falando? In: MATO, D. (Coord.). Políticas de ciudadanía y sociedad civil em tiempos de globalización. Caracas: Faces, Universidade Central de Venezuela, 2004:95-110. Disponível em: <https://privatizacaodarua.reporterbrasil.org.br/dadosabertos/bibliografia/Sociedade%20Civil%20Participa%C3%A7%C3%A3o%20e%20Cidadania%20-%20Evelina%20Dagnino.pdf>

PINTO, C. R. J. A sociedade civil e a luta contra a fome no Brasil (1993-2003). Sociedade e Estado. v.20, n.1, jan./abr. 2005.

SANTOS, A. M.; CARNEIRO, V. G. O movimento da economia solidária no Brasil: uma discussão sobre a possibilidade da unidade através da diversidade. e-cadernos CES 02 | 2008.

LIMA, S. M.; MINAYO GOMEZ, C. Construtores de casa e artífices de cidadania: modos cooperativos de trabalhar e viver. Trab. educ. saúde. v.6, n.2, jul./out. 2008

LANDIM, L. Para Além do Mercado e do Estado? Filantropia e Cidadania no Brasil. 2ª reimpressão. Rio de Janeiro: ISER, 1993.

BEHRING, E. R. Contra reforma do Estado, seguridade social e o lugar da filantropia. Serviço Social e Sociedade, São Paulo: Cortez, ano XXIV, 24, n. 73. p. 101-119, , mar. 2003.

PEREIRA, P. A. A nova divisão social do bem-estar e o retorno do voluntariado. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, v.73, p.75-100, 2003.

NEVES, D. P. Voluntariado filantrópico: humanismo salvador e gestão social. Revista de Ciências Sociais, v. 34, 2003.

SANTOS, C. M. Curto-Circuito, falta de linha ou na linha? Redes de enfrentamento à violência contra mulheres em São Paulo. Estudos Feministas, v.23, n.2, maio/agosto, 2015.

ALVARENGA, L. T. e NOVAES, C. O. Estratégias na reforma psiquiátrica no município de Barbacena: a cooperação entre gestor público e o terceiro setor. História Ciências Saúde-Manguinhos. v.14, n.2, 2007.

GRACIA, J. O negócio do social. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2004.

TEIXEIRA, K. C. S. Ações empresariais e a inserção e o desenvolvimento da carreira das mulheres. In: MENDONÇA, A.; TEIXEIRA, K.; BASTOS, P. (orgs.) Jovens Pesquisadoras: entre estudos e militância. Rio de Janeiro: Autografia, 2016.

ARAGÃO, I.; ROSA, L. C. S. Política sobre drogas e neoliberalismo: comunidades terapêuticas e debate no serviço social. Temporalis, v. 19, n. 37, 2019.

RIBEIRO, F. M. L.; MINAYO, M. C. de S. As Comunidades Terapêuticas religiosas na recuperação de dependentes de drogas: o caso de Manguinhos, RJ, Brasil. Interface, v. 19, n. 54, 2015.

KRÜGER, T. R.; REIS, C. Organizações sociais e a gestão dos serviços do SUS. Serviço Social e Sociedade, n.135, maio/ago. 2019.

ANDREAZZI, M. F. S.; BRAVO, M. I. S. Privatização da gestão e organizações sociais na atenção à saúde. Trab. Educ. Saúde, v. 12 n. 3, set./dez. 2014.

Copyright 2021 - STI - Todos os direitos reservados